Echeveria lauii: uma suculenta bela e frágil. saiba como cuidar.

Escrito por:
Echeveria lauii: uma suculenta bela e frágil. saiba como cuidar.

A Echeveria lauii, nativa do México, é uma suculenta encantadora que atrai admiradores com suas folhas rosadas, recobertas por uma fina camada de pruína (um tipo de cera). E, de fato, ela requer um pouco mais de atenção do que suas primas suculentas mais resistentes.

Anúncios

Para ajudar você a cultivar essa bela planta, reunimos dicas valiosas de dois especialistas no assunto: o botânico Cláudio Diogo e a jardineira e paisagista Anabel Flores.

Características da Echeveria lauii

Com suas rosetas compactas de folhas suculentas, a Echeveria lauii atinge cerca de 10 a 15 cm de diâmetro. “As folhas são tão frágeis que até o toque pode danificar a pruína protetora, dando um aspecto desbotado”, alerta Cláudio.

Essas folhas, que variam em tons de verde claro a rosa pálido, possuem um formato espatulado, conferindo uma aparência delicada e ornamental. Anabel completa que, apesar dessa fragilidade aparente, a Echeveria lauii é robusta e pode sobreviver em diversas condições climáticas quando bem cuidada.

Anúncios

Substrato ideal

“A Echeveria lauii requer um substrato bem drenado, rico em matéria orgânica”, enfatiza Anabel. A combinação ideal seria de uma parte de terra comum, uma parte de areia grossa e uma parte de perlita.

Echeveria lauii: uma suculenta bela e frágil. saiba como cuidar.
succu_paradise

Se possível, adicione uma pequena quantidade de húmus de minhoca para garantir os nutrientes necessários ao seu crescimento.

Rega

A rega é um aspecto crítico para o cultivo bem-sucedido dessa suculenta. “Regar a Echeveria lauii exige paciência e observação. Evite o contato da água com as folhas, pois isso pode promover o apodrecimento”, explica Cláudio.

Anúncios

A recomendação é sempre verificar a umidade do solo com o dedo antes de regar, e fazer isso somente quando ele estiver completamente seco. “No verão, pode ser necessário regar uma vez por semana; já no inverno, essa frequência pode reduzir para quinzenal”, complementa Anabel.

Luminosidade

Como a maioria das suculentas, a Echeveria lauii necessita de bastante luz para crescer saudavelmente. “Ela se desenvolve melhor em locais que recebam luz indireta brilhante ou sol direto pela manhã”, ensina Cláudio.

echeveria lauii 2
succsatsunset

Além disso, evite o sol intenso da tarde, especialmente se a planta estiver em ambientes internos, pois a exposição direta pode causar queimaduras nas folhas delicadas.

Anúncios

Adubação

A adubação deve ser feita com moderação. “Utilize um fertilizante específico para suculentas ou cactos, aplicando uma vez por mês durante a primavera e o verão”, orienta Anabel. “Evite o excesso de nitrogênio, pois ele pode provocar um crescimento desordenado e comprometer a estrutura da planta.”

Controle de Pragas e Doenças

As principais pragas que podem afetar a Echeveria lauii incluem cochonilhas e pulgões. Cláudio sugere “realizar inspeções regulares e, ao menor sinal de infestação, tratar a planta com óleo de neem ou sabão inseticida. Além disso, mantenha a planta em local ventilado para prevenir fungos, que proliferam em ambientes úmidos e fechados.

Anúncios

Considerações Finais

Cuidar da Echeveria lauii pode parecer ser um desafio, mas a sua beleza incomparável faz todo o esforço valer a pena. Seguindo as orientações dos especialistas, você garantirá um ambiente propício para o crescimento saudável dessa suculenta frágil.

Assim, poderá aproveitar sua encantadora presença em seu jardim ou dentro de casa, agregando valor e um toque de elegância ao espaço.

Publicidade relacionada

Veja Também

Deixe um Comentário

Este site utiliza cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência em nosso site.