Azaleia: a planta que encanta com suas cores e formas

Escrito por:
Azaleia: a planta que encanta com suas cores e formas

A planta azaleia, cientificamente conhecida como Rhododendron simsii, é uma das plantas mais populares e apreciadas pelos amantes de jardinagem, pois além de ter uma beleza exuberante, também é fácil de cultivar e se adapta bem a diferentes climas.

Anúncios

Neste post, você conhecerá suas características, origem, época de floração e algumas dicas práticas para o seu cultivo.

Origem

A azaleia é originária da Ásia, especialmente da China e do Japão, onde é considerada uma planta sagrada. No Brasil, a azaleia foi introduzida no século XIX, e se adaptou bem ao clima tropical e subtropical. Hoje em dia, existem mais de 600 variedades da espécie no mundo.

Anúncios

Características da Azaleia

A azaleia é uma planta arbustiva, que pode atingir até 2 metros de altura. Suas folhas são pequenas, ovaladas e verdes.

planta azaleia 1

Suas flores são formadas por cinco pétalas, que podem ser simples ou dobradas, e apresentam diversas cores, como branco, rosa, vermelho, lilás e roxo. As flores podem ser solitárias ou agrupadas em cachos.

Anúncios

Época de floração

planta azaleia 2

A azaleia floresce principalmente no inverno e na primavera, mas pode apresentar flores durante todo o ano, dependendo das condições climáticas e do manejo. Para estimular a floração, é recomendado podar a planta após cada ciclo de flores.

Anúncios

Dicas para o cultivo da Azaleia

A azaleia é uma planta fácil de cultivar, podendo ser inserida em canteiros de flores, pergolados de madeira, jardins, etc. Veja a seguir as principais dicas para ter uma azaleia saudável e bonita em casa:

  • Escolha um local com boa iluminação natural, mas evite o sol direto nas horas mais quentes do dia.
  • Regue a planta regularmente, mantendo o solo úmido, mas não encharcado. Evite molhar as folhas e as flores.
  • Adube a planta a cada dois meses, com um fertilizante específico para plantas floríferas.
  • Pode a planta após cada floração, eliminando os ramos secos, doentes ou mal formados.
  • Proteja a planta de pragas e doenças, como pulgões, cochonilhas e fungos. Use produtos naturais ou específicos para o controle.
  • Transplante a planta a cada dois anos, para um vaso maior ou para o solo. Use um substrato rico em matéria orgânica e bem drenado.
Publicidade relacionada

Veja Também