Bromélia imperial (Alcantarea imperialis): características +3 cuidados para seu cultivo.

Escrito por:
Bromélia imperial (Alcantarea imperialis): características +3 cuidados para seu cultivo.

Nativa de regiões de encostas áridas e rochosas do estado do Rio de janeiro, a bromélia imperial (Alcantarea imperialis) é uma planta característica por seu tamanho avantajado e de alto valor ornamental, razão pela qual é muito apreciada no paisagismo de jardins com plantas tropicais.

Anúncios

Podendo atingir cerca de 1,5 metros de diâmetro e desenvolvendo longas e largas folhas, essa espécie de bromélia forma um tipo de “vaso” no seu centro, por onde faz o acúmulo de água e de nutrientes essenciais para seu desenvolvimento.
Imagem: gisa.arte

Características da bromélia imperial

Além do seu tamanho mais avantajado, a bromélia imperial é caracterizada por suas brácteas que possuem uma cor avermelhada, além de ser muito delicada. Aliás, é tão chamativa que até mesmo os beija-flores se sentem atraídos por ela.

Anúncios

Contudo, podem ocorrer variações da folhagem nas cores vermelhas, roxo e verde, além de outras tonalidades intermediárias as mesmas cores.

Floração da bromélia imperial

A floração da bromélia imperial acontece somente na maturidade da planta, quando desenvolve uma inflorescência ereta e brácteas avermelhadas, composta por flores de coloração amarelada.

bromelia imperial 1
Imagem: rosa.lina.mtt – Bromélia adulta

Infelizmente, após ocorrer a floração dessa espécie de bromélia, ela acaba morrendo, assim como ocorre com outras bromélias. Porém, como de costume elas deixam de “presente” alguns brotos para virarem novas bromélias.

Anúncios

Como cultivar a bromélia imperial?

1- Exposição a luz

Segundo o canal Habitat Brasileiro, dedicados ao cultivo de plantas, por ser uma espécie de bromélia nativa de regiões rochosas, o ideal é que a bromélia imperial seja cultivada sob sol pleno ou em um local meia sombra para que possa receber a luz direta do sol por algumas horas durante o dia.

2- Solo recomendado

A bromélia imperial prefere se desenvolver em um solo bem drenável, que seja leve e rico em matéria orgânica. Por isso, pode ser composto por húmus de minhoca ou outro tipo de adubo orgânico.

Anúncios

3- Regas

Quanto as suas regas, o recomendado é que elas sejam frequentes, a fim de se manter o solo sempre úmido, mas cuidando para não encharcar. Por isso, sempre fique de olho na umidade do solo onde está sendo cultivada a sua bromélia.

Publicidade relacionada

Veja Também

Este site utiliza cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência em nosso site.