Copo de leite: a planta elegante e versátil

Escrito por:
Copo de leite: a planta elegante e versátil

A copo de leite (Zantedeschia aethiopica), também conhecida como jarro ou boca-de-jarro, é uma planta ornamental da família Araceae. É uma espécie nativa da África do Sul, mas se adaptou bem a climas tropicais e subtropicais, como o Brasil.

Anúncios

Acredita-se que a planta simbolize a pureza, tranquilidade e calma. Razão pela qual é bastante utilizada em cerimônias de casamento, pois representa o amor e a fidelidade.
Imagem: floresnatureza_fotos

Características da flor copo de leite

Ela é caracterizada por sua inflorescência única, que se assemelha a um cálice branco e elegante. Sua inflorescência é composta por uma espata branca, que é a parte vistosa da flor, e um espádice amarelo, que é a parte reprodutora.

Flor copo de leite
Imagem: morrodoxaxim_igrejinha

Já suas folhas são grandes, verdes e brilhantes e pode atingir até 80 centímetros de altura. Algumas vezes ela pode ser confundida com o lírio-da-paz.

Como cultivar?

Muito utilizada na decoração de ambientes internos e externos, a flor copo de leite uma planta de fácil cultivo, e pode ser cultivada em vasos ou diretamente no solo.

Anúncios

1- Exposição a luz

A copo de leite prefere ser cultivada em ambientes de meia-sombra. A jardinista Flávia Kremer explica que caso ela seja cultivada diretamente ao sol, poderá ficar amarelada com o tempo.

2- Solo e adubação

Em relação ao solo onde ela será cultivada, ela não é muito exigente e geralmente “vai bem” em qualquer solo. Entretanto, pode se rum pouco exigente com a adubação do solo, que deve ser feita com um fertilizante rico em fósforo, que pode ser aplicado por 3 vezes ao ano.

3- Rega

Quanto a rega, a flor copo de leite prefere que elas sejam realizadas regularmente, mantendo o solo sempre úmido. No inverno, reduza a frequência das regas.

Anúncios

Propagação

Ela pode ser propagada por divisão de suas touceiras ou por suas sementes. A divisão de touceiras é o método mais simples e eficiente. Para isso, basta separar uma touceira da planta-mãe e replantá-la em um novo vaso.

Já a propagação por sementes é um processo mais lento e trabalhoso. As sementes devem ser semeadas em um substrato rico em matéria orgânica e bem drenado. O local deve ser mantido úmido, mas sem encharcar.

Veja Também