Coração sangrento: um nome dramático para flores delicadas

Escrito por:
Coração sangrento: um nome dramático para flores delicadas

Você já ouviu falar da flor coração sangrento? Essa é uma planta ornamental que chama a atenção pela forma e cor de suas flores, que lembram pequenos corações vermelhos pendurados em um arco. Apesar do nome sombrio, o coração sangrento (Lamprocapnos spectabilis) é uma flor delicada e romântica, que pode trazer beleza e charme para o seu jardim.

Anúncios

Neste artigo, você irá conhecer um pouco mais sobre essa planta, sua origem, nomes populares, características notáveis e época de floração. Além disso, vamos explicar como cultivar o coração sangrento em casa, seguindo as dicas de uma paisagista especializada.
Imagem: promessedefleurs

Origem e nomes populares do coração sangrento

A flor coração sangrento é uma espécie herbácea perene, que pertence à família das Papaveraceae. Seu nome científico é Lamprocapnos spectabilis, mas ela também é conhecida por outros nomes populares, como Lágrima de Maria, Lágrima de Nossa Senhora, Flor dos Namorados, flor do coração, Coração Partido e Coração de Maria.

Anúncios

Origem do coração sangrento

Originária da Ásia, especialmente do Japão, da China e da Coreia, o coração sangrento foi introduzido na Europa no século XIX, onde se tornou popular como planta ornamental. Hoje em dia, ela é cultivada em várias partes do mundo, inclusive no Brasil.

Características notáveis e época de floração do coração sangrento

O coração sangrento é uma planta que se destaca pela beleza de suas flores, que são formadas por duas pétalas externas brancas ou rosadas e duas internas vermelhas ou rosas. Suas flores são dispostas em cachos pendentes, que se assemelham a um colar de corações.

Coração sangrento
Imagem: gardenia_magazine

Ela pode atingir até 1 metro de altura e possui folhas verdes e recortadas, que contrastam com as flores. Sua floração ocorre principalmente na primavera e no início do verão, mas pode durar até o outono em regiões de clima ameno.

Anúncios

Como cuidar da flor do coração?

O coração sangrento é uma planta que requer alguns cuidados especiais para se desenvolver bem. Para saber mais sobre como cultivar o coração sangrento em casa, conversamos com a paisagista Fernanda Rodrigues, que nos deu algumas dicas valiosas.

Coração sangrento
Imagem: min_blomstertid

“O coração sangrento é uma planta muito delicada e charmosa, que pode ser usada em canteiros, bordaduras ou vasos. Ela combina bem com outras plantas de meia sombra, como hostas, samambaias e lírios-da-paz. Para valorizar as suas flores, recomendo plantá-la em um local que tenha um fundo escuro ou verde escuro, como uma parede ou uma cerca viva. Assim, os seus corações vão se destacar ainda mais no jardim.”

Anúncios

Iluminação e substrato

Opte pelo cultivo em locais com meia sombra ou sombra parcial, pois não tolera o sol direto. Escolha um local que receba luz filtrada ou indireta durante o dia.

Anúncios

Fernanda recomenda, que seja utilizado um substrato rico em matéria orgânica, bem drenado e levemente ácido. Como recomendação, pode ser preparada uma mistura com terra vegetal, húmus de minhoca e areia grossa.

Rega

O coração sangrento precisa de regas regulares e moderadas, mantendo o substrato sempre úmido, cuidando para não ocorrer o encharcamento. A paisagista também recomenda que as folhas e as flores não sejam molhadas, pois isso pode favorecer o aparecimento de fungos.

Adubação

Quanto a adubação, ela deve ser realizada sempre na primavera e no verão, com um fertilizante orgânico ou mineral, seguindo as instruções do fabricante. Isso vai ajudar a planta a produzir mais flores e a ficar mais saudável.

Anúncios

E você, gostou de conhecer mais sobre o coração sangrento? Que tal experimentar cultivar essa planta em casa e deixar o seu jardim mais bonito e romântico? E não se esqueça de compartilhar esse artigo com os seus amigos que também gostam de jardinagem. Até a próxima!

Publicidade relacionada

Veja Também