Rosa do deserto negra: cultivo e características dessa variedade exótica.

Escrito por:
Rosa do deserto negra: cultivo e características dessa variedade exótica.

Também conhecida cientificamente como Adenium obesum black, a rosa do deserto negra traz consigo um mistério que encanta jardineiros e amantes da natureza.

Anúncios

Com uma beleza singular e uma coloração profunda que se aproxima do preto, essa variedade convida a todos a mergulhar em sua história e características peculiares.
Imagem: ccob2020

A Rosa do deserto negra, é uma rosa?

Antes de tudo, é essencial salientar que, ao contrário do que o nome sugere, a Rosa do Deserto Negra não é, tecnicamente, uma rosa. Pertence à família Apocynaceae e é nativa das regiões da África e da Península Arábica.

Anúncios

A palavra “deserto” no nome não é em vão: ela prospera sob condições quentes e áridas, o que a torna uma excelente escolha para aqueles que residem em regiões mais secas ou para quem deseja uma planta de baixa manutenção.

Características inconfundíveis

A Rosa do Deserto Negra é, sem dúvida, uma peça central em qualquer jardim ou varanda. Com suas flores que variam de um tom profundo de bordô até quase preto, ela irradia um charme enigmático.

rosa do deserto negra
Imagem: Thiago_planttas

Mas não é só sua flor que chama a atenção: seu caule é espesso e retorcido, lembrando a forma de um bonsai, o que lhe confere uma aparência escultural. Vale lembrar, que essa é uma das variedades que podemos encontrar da Adenium obesum.

Anúncios

Como cultivar a rosa do deserto negra?

1- Exposição a luz

Embora ela seja originária de regiões áridas, a Rosa do Deserto Negra gosta de muita luz. Um local com sol pleno é ideal. Se cultivada dentro de casa, posicione-a perto de uma janela bem iluminada.

2- Substrato

A Adenium obesum precisa de um substrato bem drenado ao ser cultivada. Misture partes iguais de solo arenoso e terra para vasos. Isso evitará que as raízes fiquem encharcadas, o que pode causar apodrecimento.

3- Frequência das regas

Por mais que seja uma planta resistente à seca, isso não significa que a rega deva ser negligenciada. O segredo é regar profundamente, mas com menos frequência.

Anúncios

Certifique-se de que o solo esteja seco ao toque antes de regar novamente. Em regiões mais úmidas, uma rega semanal é suficiente, enquanto em áreas mais secas, a frequência pode ser maior.

4- Fertilização

Diferente de algumas plantas que requerem um cuidado especial com a alimentação, a Rosa do Deserto é menos exigente. No entanto, para obter flores exuberantes e uma planta saudável, pode-se usar um fertilizante equilibrado a cada quinzena durante a estação de crescimento.

5- Poda

Com sua aparência escultural, ela pode ser podada para acentuar sua forma. Lembre-se de fazer isso durante sua fase de dormência, no inverno, e sempre use ferramentas limpas e afiadas.

Publicidade relacionada

Veja Também

Este site utiliza cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência em nosso site.