Begônia maculata: como cuidar da popular “begônia de bolinhas”?

Escrito por:
Begônia maculata: como cuidar da popular “begônia de bolinhas”?

A Begônia maculata, popularmente chamada por Begônia de bolinhas, é uma espécie nativa da região sudeste do Brasil, ocorrendo especialmente na Mata Atlântica.

Anúncios

Ela também produz flores delicadas e coloridas, que podem variar do rosa ao vermelho.
Imagem: duckeggandmustard

Origem

A begônia maculata é originária do Brasil e faz parte da família das begoniáceas, que possui mais de mil espécies diferentes. Ela é uma planta de fácil cultivo, que pode ser mantida em vasos ou jardineiras, dentro ou fora de casa.

Anúncios

Como cuidar da begônia maculata?

1- Vaso e substrato

Verifique se o vaso tem furos na parte inferior, para permitir a drenagem da água. O excesso de umidade pode apodrecer as raízes da planta.

Begônia maculata
Imagem: thattattooedladyandherplants – Folhas da espécie Maculata

Prefira um substrato leve e bem aerado, que retenha um pouco de umidade, mas não encharque. Você pode usar uma mistura de terra vegetal, areia e casca de pinus, por exemplo.

2- Exposição a luz

Evite expor a planta ao sol direto, que pode queimar as folhas. A begônia maculata prefere locais com luz indireta e filtrada, como janelas ou varandas.

Anúncios

Mantenha a temperatura entre 18°C e 25°C, evitando as variações bruscas. A begônia maculata não tolera o frio intenso nem o calor excessivo.

3- Rega

A rega é um dos cuidados mais importantes para a begônia maculata, pois ela precisa de umidade constante, mas sem encharcar. O ideal é regar a planta duas vezes por semana, no verão, e uma vez por semana, no inverno.

Begônia maculata
Imagem: fuzzy_petioles – Vaso com begônias maculatas

Para saber se a planta precisa de água, faça o teste do dedo: insira o dedo no substrato e sinta se ele está seco ou úmido. Se estiver seco, regue até que a água saia pelos furos do vaso. Se estiver úmido, espere mais um pouco.

Anúncios

4- Adubação

Siga as instruções da embalagem do produto e aplique-o na água da rega, diluído na proporção indicada. Não exagere na dose, pois isso pode causar o acúmulo de sais no substrato e prejudicar a absorção de água pela planta.

5- Poda

A poda da begônia maculata é opcional, mas pode ser feita para manter o formato da planta e estimular o seu crescimento. Você pode podar as folhas e os ramos que estiverem secos, danificados ou muito longos.

Anúncios

Use uma tesoura ou um podador bem afiado e limpo, para evitar infecções na planta. Faça os cortes na base dos ramos ou das folhas, sem deixar tocos. Descarte os restos da poda em um saco plástico e não os reutilize.

Como evitar pragas e doenças na begônia maculata

A begônia maculata é uma planta resistente, mas pode ser atacada por algumas pragas e doenças, principalmente se não receber os cuidados adequados.

1- Pulgões

Eles são insetos sugadores que se alimentam da seiva da planta, causando deformações nas folhas e nos brotos. Eles também podem transmitir vírus e bactérias para a planta. Para eliminá-los, você pode usar um inseticida natural, como o óleo de neem, ou um inseticida específico para pulgões, seguindo as orientações do fabricante.

Anúncios

2- Cochonilhas

As cochonilhas se fixam nas folhas e nos ramos da planta, formando uma camada branca ou marrom. Eles também sugam a seiva da planta, enfraquecendo-a e reduzindo a sua floração. Para combatê-los, você pode usar uma solução de água e detergente neutro, borrifando nas partes afetadas, ou um inseticida próprio para cochonilhas, conforme as instruções do produto.

3- Fungos

Eles são micro-organismos que se proliferam em ambientes úmidos e escuros, causando manchas, mofos e podridões na planta. Eles podem ser evitados mantendo o substrato bem drenado, regando a planta com moderação e evitando molhar as folhas e as flores.

Anúncios

Para tratá-los, você pode usar um fungicida à base de cobre ou enxofre, aplicando-o nas partes infectadas, de acordo com as recomendações do fabricante.

Veja Também