Café-de-salão (Aglaonema commutatum): características e cuidados ao cultivar.

Escrito por:
Café-de-salão (Aglaonema commutatum): características e cuidados ao cultivar.

Ah, o mundo das plantas internas! Um universo que nos presenteia com espécies de tirar o fôlego, e entre elas, destaca-se o majestoso Café-de-salão, ou, se preferirmos os termos científicos, o Aglaonema commutatum.

Anúncios

Seu nome pode parecer um pouco complicado, mas acredite, sua beleza e facilidade de cuidados conquistarão seu coração.

Características da planta café-de-salao

Com folhas largas, de coloração verde-escuro e com padrões prateados que parecem ter sido pintadas por mãos artísticas, o Café-de-salão é verdadeiramente uma obra-prima da natureza.

Planta caf-ede-salao
Imagem: my.green.window

Seu tamanho pode variar, mas a maioria não ultrapassa um metro de altura, tornando-se a escolha ideal para adornar nossos ambientes internos, sejam eles espaçosos ou compactos.

Uma pitada de curiosidade

Você sabia que o nome “Café-de-salão” não tem qualquer relação com o café que bebemos? Pois é! O nome foi carinhosamente atribuído devido à sua popularidade em salões e áreas de recepção.

Anúncios

E não é por acaso. Sua estética elegante faz com que seja frequentemente escolhida para embelezar salas de estar, escritórios e até mesmo quartos.

Como cultivar?

Ao adotar um Café-de-salão, você não está apenas trazendo uma planta para casa, mas também um pedaço da natureza, um respiro de frescor e um toque de elegância. Com os cuidados certos, ele certamente florescerá e será o destaque de qualquer ambiente.

1- Exposição a luz do sol

Tal como a Zamioculca, o Café-de-salão não é muito fã da luz direta do sol, já que pode manchar suas folhas. No entanto, isso não significa que ele goste de viver em ambientes sem iluminação.

planta cafe-de-salao
Imagem: palaeoalex

Por isso, mantenha o vaso com a espécie próximo a janelas onde possa receber a luz indireta.

2- Frequência das regas

Esta planta não gosta de ficar seus “pés molhados”, ou seja, com suas raízes encharcadas. Por isso, evite de realizar regas em excesso.

Anúncios

Em vez disso, cuide para manter o substrato levemente úmido. A dica é simples: insira um dedo cerca de 2 cm no solo. Se sentir umidade, deixe para realizar a rega quando sentir que o dedo já está saindo seco.

3- Substrato

O Café-de-salão adora substratos bem drenados, assim como os recomendados para a Zamioculca. Uma mistura de solo comum com um pouco de areia grossa de construção faz maravilhas.

E, claro, certifique-se de que o vaso possua buracos de drenagem na parte inferior. Uma dica especial? Adicione um pouco de argila expandida no fundo do vaso para uma drenagem extra eficaz.

4- Manutenção regular

Felizmente, esta planta não exige podas frequentes. Mas, como todas as plantas internas, o Café-de-salão pode acumular poeira em suas folhas.

Anúncios

Por isso, é aconselhável limpar as folhas com um pano úmido de vez em quando. Isso não só mantém a planta bonita, mas também permite uma melhor fotossíntese.

5- Umidade

Embora seja uma planta que se adapta bem a ambientes internos e não goste de ser encharcada, ela também aprecia um pouco de umidade.

Se você vive em um local muito seco ou usa ar condicionado frequentemente, considere colocar um umidificador no ambiente ou pulverizar suas folhas levemente com água.

Veja Também