Samambaia paulistinha (Nephrolepis exaltata): características +4 dicas para o cultivo.

Escrito por:
Samambaia paulistinha (Nephrolepis exaltata): características +4 dicas para o cultivo.

A Samambaia Paulistinha, é uma planta bem conhecida nos lares brasileiros e refere-se á espécie Nephrolepis exaltata, da família Nephrolepidaceae, que também é conhecida por Samambaia de Boston. No Brasil, ela ganhou esse nome popular, por ser comumente encontrada em diversas regiões de São Paulo.

Anúncios

Devido as suas características, ela ganhou destaque entre os “plant lovers”, embelezando os ambientes com suas folhagens exuberantes, muito plumosas e com uma cor esverdeada que as deixam ainda mais atraentes.
Imagem: tua_planta

Características da Samambaia Paulistinha

A Samambaia Paulistinha se caracteriza por suas longa e belas folhagens, que apresentam um tom esverdeado, formando o formato de uma espada.

samambaia paulistinha

Imagem: meutiquinhodejardim – Lindas folhagens da Nephrolepis exaltata

Essa espécie de samambaia pode crescer cerca de 90 cm de comprimento, encantando os ambientes com seu visual pendente.

Como cultivar a Samambaia Paulistinha?

Para que você consiga manter a planta sempre saudável e vibrante, é preciso se atentar para alguns cuidados ao fazer o cultivo da Samambaia Paulistinha.

Anúncios

1- Substrato recomendado

A florista Raquel, da floricultura Ponto Flores, aconselha que seja utilizado um substrato com boa drenagem.

samambaia americana

Imagem: normavolpato – Linda Samambaia embelezando o ambiente

Nesse caso, é possível estar compondo o substrato com terra vegetal de qualidade, uma porção de musgo sphagnum para ajudar na retenção da umidade e fornecer uma base fofa para as raízes, e uma porção de vermiculita para melhorar a drenagem, evitando que as raízes se encharquem.

Anúncios

2- Exposição a luz

Evite fazer o cultivo da Samambaia Paulistinha em um ambiente de sol pleno, já que a luz direta do sol irá ressecar suas folhagens. O ideal, é que ela esteja presente em um ambiente bem iluminado que receba a luz indireta do sol.

3- Regas

A florista recomenda que as regas sejam feitas todos os dias de forma maneirada, apenas para manter o substrato umedecido, sem encharcar as suas raízes.

Anúncios

Conforme sua dissipabilidade de horários, poderá estar molhando o substrato logo pela manhã ou pelo final da tarde.

4- Adubação

Para manter o aspecto saudável da Samambaia Paulistinha, faça a aplicação de algum tipo de adubo orgânico de sua preferência uma vez ao mês. Aliás, verifique sempre como está o espaçamento das raízes no interior do vaso. Caso estejam muito grandes, chegou a hora de trocar por uma vaso maior.

Publicidade relacionada

Veja Também

Este site utiliza cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência em nosso site.