Adenium boehmianum: uma suculenta exótica e venenosa

Escrito por:
Adenium boehmianum: uma suculenta exótica e venenosa

A Adenium boehmianum, popularmente conhecida como veneno-de-caçador, é uma suculenta peculiar, que se destaca por suas flores cor-de-rosa, suas folhas largas e seu caule suculento.

Anúncios

Mas não se engane pela sua beleza: essa planta é altamente tóxica e pode ser usada para envenenar flechas para caça. Neste artigo, você vai conhecer mais sobre essa espécie, sua origem, seus nomes populares, suas características notáveis, sua floração e seu cultivo.
Imagem: lukaszza87

Origem da Adenium boehmianum

A Adenium boehmianum é uma planta nativa do sul da África, onde ocorre em locais rochosos e secos no norte da Namíbia, no sul da Angola e na Botswana, a altitudes de 900 a 1200 metros.

Anúncios

Ela pertence à família das Apocynaceae, a mesma das alamandas, das mandevillas e das vinca. Seu nome científico homenageia o botânico alemão Richard Boehm, que coletou espécimes dessa planta na Namíbia em 1867.

Nomes populares

Essa suculenta também é conhecida por vários nomes populares, como veneno-de-caçador, rosa-do-deserto e lírio-impala. O nome veneno-de-caçador se deve ao fato de que os nômades Heikom da Namíbia usam a seiva dessa planta para envenenar suas flechas para caçar animais de grande porte.

adenium boehmianum 1
Imagem: lukaszza87

A seiva é extraída no inverno, após a floração, e fervida até formar um xarope espesso e marrom claro, que é aplicado na ponta da flecha.

Anúncios

Características notáveis

O Adenium boehmianum é um arbusto ereto, de crescimento lento, que pode alcançar até 1,5 metro de altura. Ele apresenta um caudex e raízes suculentas, que armazenam água e nutrientes para sobreviver às condições áridas de seu habitat. O caudex é a parte mais grossa do caule, que fica na base da planta. As raízes podem ficar expostas ou enterradas no solo.

adenium boehmianum 2
Imagem: desertbotanicgarden

Os ramos são cinzentos a esbranquiçados, cobertos com manchas escuras das antigas bases foliares. As folhas surgem no ápice dos ramos e duram apenas três meses por ano. Elas são as maiores de todo o gênero Adenium, com 8 a 14 centímetros de comprimento e 5 a 8 centímetros de largura. Elas têm textura coriácea, são brilhantes, mais pálidas na face inferior e se dobram ao longo da nervura central.

adenium boehmianum 3
Imagem: desertbotanicgarden

Suas flores são quase circulares, com forma de trompete, e surgem no final do verão, outono e início do inverno. Elas têm cor rosa uniforme a vermelha, sem esmorecer na direção ao centro, que é escuro. Também apresentam apêndices das anteras muito curtos e são peludas externamente, além de anteras (as partes masculinas da flor), que produzem o pólen.

Anúncios

Como cultivar?

1- Iluminação

O Adenium boehmianum precisa de muito sol para florescer. Por isso, ela deve ser cultivada em sol pleno ou em meia sombra com muita luz solar indireta.

2- Substrato

O substrato ideal para seu cultivo deve possuir uma boa drenagem, arenoso e rico em nutrientes. Você pode usar uma mistura de areia grossa e terra vegetal de qualidade em um vaso de plástico. Como complemento, você também pode adicionar farinha de osso como adubo uma vez por semana para estimular a floração.

Anúncios

3- Rega

A rega deve ser moderada, sem encharcar o solo. Você pode regar bem o substrato e esperar começar a secar para regar novamente. O ideal é não deixar o substrato secar totalmente, mas manter sempre com um pouco de umidade.

Publicidade relacionada

Veja Também