Oncidium Sharry Baby: a orquídea que tem cheiro de chocolate.

Escrito por:

A Orquídea Oncidium Sharry Baby é uma das variedades mais populares de orquídeas. Também conhecida como “Orquídea Chocolate“, ela é uma espécie híbrida que apresenta flores com um aroma doce e agradável de chocolate.

Anúncios

Neste artigo, vamos conhecer um pouco mais sobre a origem, as características, a floração e o guia para o cultivo dessa orquídea tão especial.

Origem

A orquídea oncidium Sharry Baby é uma espécie híbrida, ou seja, resultado do cruzamento entre duas espécies diferentes. Ela foi criada em 1983, nos Estados Unidos, pelo orquidófilo Sam Tsui, que cruzou a Oncidium Jamie Sutton com a Oncidium Honolulu. O nome Sharry Baby é uma homenagem à esposa de Sam, Sharry.

Anúncios

Características da oncidium sharry baby

A Oncidium Sharry Baby é uma orquídea de porte médio, que pode atingir até 60 cm de altura. Ela possui pseudobulbos ovais e achatados, que armazenam água e nutrientes, e folhas lanceoladas e coriáceas.

orquidea oncidium sharry baby
Imagem: a_cursory_glance

As flores são pequenas e se dispõem em hastes longas e ramificadas, formando uma inflorescência pendente, podendo variar com uma coloração vermelha e branca, com um labelo amarelo e manchado de vermelho. O que mais chama a atenção nessa orquídea, porém, é o seu perfume de chocolate, que se intensifica quando as flores estão totalmente abertas.

Anúncios

Floração da Oncidium Sharry Baby

A orquídea Oncidium Sharry Baby floresce uma ou duas vezes por ano, geralmente na primavera e no verão. Cada floração pode durar até dois meses, e cada haste pode produzir até 100 flores.

Como fazer o cultivo?

1- Substrato

Ela pode ser cultivada em vasos de plástico ou cerâmica, com substrato bem drenado e rico em matéria orgânica, como casca de pinus, carvão vegetal e fibra de coco. Também pode ser cultivada em troncos ou placas de madeira, desde que se mantenha uma boa umidade.

Anúncios

2- Iluminação

orquidea oncidium sharry baby
Imagem: nathanblack

É recomendado que a planta seja mantida em um local bem iluminado onde possa recebera a luz indireta do sol, como próximo a uma janela com cortina ou em um local com sombra parcial. Evite expor a planta diretamente ao sol, pois isso pode queimar as folhas e flores.

3- Rega

A rega deve ser feita com frequência, mas sem encharcar o substrato. É recomendado regar a planta uma vez por semana, mas a frequência pode variar de acordo com a umidade do ambiente e a temperatura.

Anúncios

Também é importante que o substrato esteja sempre úmido, mas nunca encharcado, para evitar o apodrecimento das raízes.

4- Adubação

A adubação é importante para fornecer os nutrientes necessários para a planta crescer saudável e florescer com frequência. É recomendado adubar o Oncidium Sharry Baby a cada duas semanas durante o período de crescimento, que vai da primavera ao outono. Utilize um adubo específico para orquídeas e siga as instruções do fabricante.

Problemas comuns e soluções

Pragas

O Oncidium Sharry Baby pode ser suscetível a algumas pragas, como cochonilhas, ácaros e pulgões. Essas pragas podem causar danos às folhas e flores da orquídea. Para evitar infestações de pragas, é importante manter a planta limpa e livre de poeira e detritos.

Anúncios

Além disso, é recomendável inspecionar regularmente a planta em busca de sinais de infestação. Caso uma infestação seja identificada, é possível utilizar um inseticida caseiro com detergente.

Doenças

O Oncidium Sharry Baby também pode ser afetado por algumas doenças, como manchas nas folhas e podridão das raízes. Essas doenças podem ser causadas por excesso de umidade, falta de ventilação e outras condições inadequadas de cultivo.

Anúncios

Para prevenir doenças, é importante manter a planta em um ambiente adequado, com boa ventilação e umidade controlada. É importante também evitar o acúmulo de água nas raízes, o que pode levar à podridão.

Propagação e Reprodução

A propagação da Orquídea Oncidium Sharry Baby pode ser feita por meio da divisão das touceiras. Para isso, é necessário retirar a planta do vaso e separar cuidadosamente as mudas, garantindo que cada uma tenha raízes e folhas próprias.

Anúncios

Outra forma de reprodução é por meio da semeadura. As sementes devem ser retiradas da cápsula assim que estiverem maduras e plantadas em um substrato adequado. É importante manter o ambiente úmido e protegido do sol direto até que as mudas germinem.

Publicidade relacionada

Veja Também