Edithcolea Grandis: A popular “tapete-persa” que encanta com suas flores.

Escrito por:

A Edithcolea grandis, popularmente conhecida como planta tapete-persa, é uma planta suculenta que pertence à família das Asclepiadaceae e que se destaca por suas flores exóticas e coloridas, que lembram um tapete persa.

Anúncios

Ela é originária do Sudão e da Etiópia, mas pode ser cultivada em diversas regiões do mundo, desde que se respeitem suas necessidades.
Imagem: floresdorodrigo

Características da Edithcolea grandis

A Edithcolea grandis é uma planta herbácea e perene, que possui caules suculentos e cilíndricos, que podem atingir até 30 cm de comprimento e 2 cm de diâmetro. Esses caules são cobertos por pequenos pelos brancos e possuem cinco ângulos, cada um com um par de espinhos curtos e macios. Suas folhas são reduzidas a escamas e aparecem apenas nas pontas dos caules.

Edithcolea grandis
Imagem: floresdorodrigo

As flores da conhecida tapete-persa são grandes, de forma estrelada, com cinco pétalas largas e recurvadas. As cores variam do amarelo ao vermelho, passando pelo laranja e pelo rosa, e apresentam manchas ou listras marrons ou pretas, formando um padrão que lembra um tapete persa. Elas têm um odor forte e desagradável, que serve para atrair moscas e outros insetos polinizadores.

Anúncios

Época de floração

A floração da Edithcolea grandis ocorre entre os meses de julho e dezembro, no hemisfério sul, e entre janeiro e junho, no hemisfério norte. As flores duram cerca de uma semana e podem se abrir várias vezes durante esse período.

Como cultivar a Edithcolea grandis

A Edithcolea grandis é uma planta de fácil cultivo, desde que se sigam algumas recomendações básicas.

Anúncios

1- Iluminação

A Edithcolea grandis gosta de receber bastante luz solar direta ou indireta, mas não tolera o sol forte do meio-dia. O ideal é colocá-la em um local com sombra parcial, onde receba pelo menos quatro horas de sol por dia.

2- Ambiente e temperatura

Ela se adapta bem a climas quentes e secos, mas também pode suportar temperaturas mais baixas, desde que não sejam inferiores a 10°C. Contudo, ela não resiste a geadas ou nevascas, por isso deve ser protegida do frio intenso.

Anúncios

3- Solo

A Edithcolea grandis precisa de um solo bem drenado, arejado e com boa capacidade de reter água.

planta tapete persa 2
Imagem: rareplant.me

Uma boa mistura é composta por 50% de areia grossa ou perlita e 50% de terra vegetal ou húmus de minhoca. O pH deve ser levemente ácido, entre 6 e 7.

4- Rega

Por ser uma planta suculenta, que armazena água em seus caules, ela não precisa de regas frequentes. O ideal é regar apenas quando o solo estiver seco ao toque, evitando encharcar ou deixar água acumulada no prato.

Anúncios

No verão, uma rega por semana pode ser suficiente; no inverno, uma rega a cada 15 dias ou até menos.

5- Adubação

Ela não é muito exigente em nutrientes, mas pode se beneficiar de uma adubação orgânica ou química durante o período vegetativo e de floração. Recomenda-se usar um adubo específico para cactos e suculentas, seguindo as instruções do fabricante.

6- Poda

A planta tapete-persa não precisa de podas regulares, apenas de uma limpeza ocasional para remover folhas e flores secas ou danificadas. Também pode-se podar os caules que ficarem muito longos ou tortos, para manter a forma da planta.

Anúncios

As podas devem ser feitas com uma tesoura ou faca afiada e esterilizada, e os cortes devem ser protegidos com canela em pó ou carvão vegetal, para evitar infecções.

Propagação

Sua propagação pode ser feita por sementes ou por estaquia dos caules. As sementes devem ser semeadas em um substrato leve e úmido, mantido em um local quente e iluminado, mas sem sol direto. A germinação pode levar de duas a quatro semanas.

Anúncios

As estacas devem ser cortadas com cerca de 10 cm de comprimento e deixadas secar por alguns dias, até formar um calo na base. Depois, devem ser plantadas em um substrato similar ao da planta mãe, regadas com moderação e mantidas em um local com sombra parcial.

Publicidade relacionada

Veja Também