Suculenta colar de rubi (Othonna capensis): 3 dicas para cultivar essa linda suculenta.

Escrito por:
Suculenta colar de rubi (Othonna capensis): 3 dicas para cultivar essa linda suculenta.

Nativa da África do Sul, a suculenta colar de rubi (Othonna capensis), também conhecida como Pequenos Picles ou somente como colar de rubi, pertence a família Asteraceae, a mesma família das margaridas e girassóis.

Anúncios

Segundo Vanessa Souto, da Yucca Plantas, a suculenta colar de rubi está cada vez mais ganhando destaque entre os amantes de suculentas, pode ser uma suculenta bonita e versátil.
Imagem: raiz.verde

Características da suculenta colar de rubi

Além do formato bem característico das folhas da suculenta colar de rubi, que possuem uma coloração vermelho-rubi, que dá à planta seu nome comum, ela ainda se caracteriza por ser uma suculenta rasteira de crescimento rápido.

Suculenta colar de rubi
Imagem: suculentarioraizes

Aliás, conforme ela vai se desenvolvendo e acaba não encontrando o solo, ela tende a ir caindo, ficando com um aspecto pendente. Outro ponto bem curioso da colar de rubi, é que dependendo de como é exposta a luz direta do sol, ela pode variar de coloração.

Anúncios

Como cuidar da suculenta colar de rubi?

1- Substrato ideal

O substrato ideal para o crescimento da colar de rubo, deve ter uma boa drenagem, para evitar o acúmulo de água após as regas, e rico em nutrientes orgânicos, como bokashi e húmus de minhoca.

2- Exposição a luz

Como mencionado logo acima, a suculenta colar de rubi pode variar de coloração conforme fique mais ou menos exposta a luz do sol.

Suculenta colar de rubi
Imagem: planterapia21

Por isso, Vanessa Souto explica que a suculenta até pode ficar dentro de casa em meia-sombra, mas precisa ficar em um local bem iluminado, onde possa pegar um pouco da luz direta do sol durante o dia.

Anúncios

3- Frequência das regas

Uma das vantagens da colar de rubi, é que ela não necessita de regas frequentes para que possa se desenvolver. Por isso, elas devem ser feitas apenas quando for observado que o substrato já está ficando seco. Caso sejam feitas excessivas, as raizes da suculenta poderão acabar apodrecendo

Publicidade relacionada

Veja Também

Este site utiliza cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência em nosso site.