Substrato para orquídeas: qual utilizar? Descubra o segredo dos especialistas!

Escrito por:
Substrato para orquídeas: qual utilizar? Descubra o segredo dos especialistas!

A busca pelo substrato ideal para orquídeas é crucial para garantir o florescimento exuberante dessas plantas tão belas, que encantam os ambientes com suas flores. Mas como escolher o substrato ideal para cada tipo de orquídea?

Anúncios

Neste artigo, vamos te mostrar o que você precisa saber sobre o substrato para orquídeas e como fazer a melhor escolha para a sua coleção.
Imagem: floria_arte

O que é o substrato para orquídeas?

O substrato para orquídeas é diferente do solo que usamos para outras plantas. Isso porque as orquídeas são plantas epífitas, ou seja, que vivem sobre outras plantas, como árvores e arbustos, sem parasitá-las. As orquídeas se adaptaram a esse modo de vida desenvolvendo raízes aéreas, que absorvem a umidade e os nutrientes do ar e da chuva.

substrato para orquideas 1
Imagem: profcarlos_leite

Por isso, o substrato para orquídeas deve ser leve, poroso, drenável e arejado (para permitir que as raízes respirem e não apodreçam), junto de nutrientes essenciais para o desenvolvimento das orquídeas. Além disso, o substrato também deve ter uma boa capacidade de retenção de água, mas sem encharcar as raízes.

Anúncios

Quais são os tipos de substrato para orquídeas?

Existem vários tipos de substrato para orquídeas disponíveis no mercado ou que podem ser preparados em casa. Cada um tem suas vantagens e desvantagens, e a escolha depende do tipo de orquídea, do clima, da frequência de rega e da fertilização.

Casca de pinus

A casca de pinus é um dos substratos mais usados para orquídeas, pois é leve, poroso, durável e barato. Ela pode ser usada pura ou misturada com outros materiais, como carvão vegetal, fibra de coco ou esfagno.

Anúncios

Geralmente, a casca de pinus é indicada como substrato para orquídeas que gostam de umidade moderada, como as do gênero Cattleya, Laelia, Oncidium e Dendrobium.

Fibra de coco

A fibra de coco é um material orgânico, biodegradável e sustentável, obtido a partir da casca do coco. Se caracteriza por ser uma opção de substrato com uma boa capacidade de retenção de água e nutrientes, mas também permite uma boa drenagem e aeração.

Anúncios

A fibra de coco pode ser usada pura ou misturada com outros materiais, como casca de pinus ou perlita, sendo mais indicada para orquídeas que gostam de umidade constante, como as do gênero Phalaenopsis, Vanda e Cymbidium.

Esfagno

O esfagno é um tipo de musgo que cresce em áreas úmidas e frias, muito citado como substrato para orquídeas. Ele se caracteriza por sua excelente capacidade de retenção de água e nutrientes, mas também permite uma boa aeração.]

Anúncios

O esfagno pode ser usado puro ou misturado com outros materiais, como casca de pinus ou carvão vegetal. Geralmente, ele é indicado para orquídeas que gostam de umidade elevada, como as do gênero Paphiopedilum, Miltonia e Masdevallia.

Perlita

A perlita é um material mineral, obtido a partir da expansão térmica de um tipo de rocha vulcânica. Ela possui uma textura leve, porosa e branca, que facilita a drenagem e a aeração do substrato.

Anúncios

Por ser um tipo de substrato que não retém muita água nem nutrientes, ela deve ser usada misturada com outros materiais orgânicos, como casca de pinus ou fibra de coco. A perlita é indicada para orquídeas que gostam de um substrato mais seco e arejado, como as do gênero Catasetum, Stanhopea e Bulbophyllum.

Carvão vegetal

O carvão vegetal é um material orgânico, obtido a partir da queima controlada de madeira. Por ser um substrato para orquídeas com uma ótima capacidade de drenagem e aeração, mas não reter muita água, nem nutrientes ele deve ser usado misturado com outros materiais orgânicos, como casca de pinus ou fibra de coco. O carvão vegetal é indicado para orquídeas que gostam de um substrato mais quente e arejado, como as do gênero Brassavola, Epidendrum e Encyclia.

Publicidade relacionada

Veja Também